Arquivo da tag: Saber Viver

Saber Viver – Capítulo 30 [Último]

Classificação Saber ViverCena 1: Carro de Beatriz. Noite. Int.

Claus esta dirigindo o carro.

Beatriz atras, degusta vinhos.

Beatriz – Oh dear, finalmente livres daquela família do azar.

Claus – Dona Beatriz, chegou a hora, o que eu sou da senhora?

Beatriz – Você é meu…

Beatriz se emociona na resposta.

Claus – Fala dona Beatriz, a gente é primo? O que a gente tem de tão forte, que nos une?

Beatriz – Today no! Hoje não, ainda não estou preparada para lhe contar.

Desconfiado, Claus continua dirigindo o carro.

Cena 2: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Laura e Natália ainda esperavam a resposta de Marcelo.

Marcelo – Ele…

Natália – Por favor Marcelo, não me deixa nervosa, e me diz o que aconteceu!

Marcelo – Ele ainda esta vivo, mas acho que devemos chamar uma ambulância, né?

Natália – Claro, vou ligar agora mesmo.

Natália liga para outra ambulância.

Laura e Marcelo se olham apaixonados.

Laura – Agora eu acho que tudo vai dar certo meu amor.

Marcelo – Claro que sim!

Laura se abaixa, e troca olhares de amor e paixão com Marcelo, e segundos depois eles se beijam.

Natália – Pronto, já…

Natália sorri quando vê Laura e Marcelo se beijando, e sai do jardim, feliz por estar de volta a sua casa.

Cena 3: Imagens.

Ao som de “Let Her Go” do Passenger, a noite passa, e um novo dia chega…

Cena 4: Pensão. Sala de Estar. Manhã. Int.

Como castigo, Iris dormia no sofá da sala, e tinha que fazer algumas tarefas domésticas.

Lilíane e Penélope chegam.

Penélope – Ahhhh que sono, tive que acordar cedo hoje.

Lilíane – Menina, já é 10 horas e 45 minutos.

Penélope – Acordei mais cedo que imaginava.

Iris se acordava.

Iris – Lilíane? Penélope?

Penélope – Não falo mas contigo.

Iris – Chocada! Me desculpem, por favor, eu juro que daqui pra frente vai ser, nós três, uma por todas, todas por uma.

Lilíane – Mas…

Penélope – Vamos aceitar suas desculpas, não é Lilíane?

Lilíane – Sim, mas promete que não vai fazer mal pra mas ninguém, Iris?!

Iris – Tabom minha amiga.

Iris, Penélope e Lilíane dão se as mãos.

Iris, Lilíane e Penélope – (em coral) Uma por todas, todas por uma.

Elas soltam as mãos, e se abraçam.

Cena 5: Carro de Beatriz. Manhã. Int.

Beatriz já tinha conseguido sair do Brasil, ela e Claus conversam.

Beatriz – A gente já esta chegando perto de Cuba pelo menos? Quero chegar depressa em New York, já estou com visto, tudo aqui.

Claus – Dona Beatriz, vai demorar um pouco…

Beatriz – Hum…

Claus – Dona Beatriz, acho que já esta na hora da senhora me contar o que eu sou seu.

Beatriz – Oh my god! Vai ser difícil pra mim… Você é meu filho mais novo…

Claus – Como assim filho mais novo? Quem é meu pai?

Beatriz se concentra para responder todas as perguntas de Claus.

Cena 6: Cemitério. Manhã. Ext.

No enterro de Dorotéia esta apenas Laura e Marcelo, os dois de preto.

Laura deixa uma flor no túmulo.

Laura – Descançe em paz.

Natália e Lúcia chegam, e abraçam Laura.

Lúcia – Oh minha filha, sei que isso esta sendo difícil pra você, e também esta sendo difícil pra nós, mas a vida é assim, uma caixinha de surpresas, temos que nos conformar com tudo, e viver como uma família.

Laura – Eu sei, mas tudo foi um choque tão grande na minha vida.

Natália – Mas você vai ter pra sempre a minha ajuda, a ajuda da nossa mãe, e…

Marcelo – E a minha ajuda!

Lúcia – A gente vai superar essas perdas, vamos ser finalmente felizes.

Laura – Assim espero, mãe…

Eles saem do cemitério.

Cena 7: Mansão de Ângela. Sala de Estar. Manhã. Int.

Matheus já estava bem, e discutia com Ângela e Álvaro.

Matheus – Eu nunca vou aceitar vocês juntos, nunca!

Álvaro – Eu sou seu pai, Matheus!

Matheus – Eu estou pouco me lixando pra isso, pra mim tanto faz.

Ângela – Eu te criei muito mal, agora percebo isso, um rapaz fútil, que se importa apenas com a própia felicidade…

Matheus – Que bom que reconhece o erro.

Ao fundo toca “Crawling” do Linkin Park.

Matheus sai da mansão com seu carro novo e luxuoso, pouco se importanto para o mundo que lhe rodeia.

Cena 8: Apart. de Ricardo. Quarto de Ricardo. Manhã. Int.

Ricardo acorda tarde, ele se vira pela cama, procurando Luiza, e encontra um bilhete.

Ricardo – Luiza, cadê você amor?

Ele lê o bilhete, “Eu e você nunca dariamos certo, não confiamos um no outro, e eu quero viver minha vida sozinha.”

Ricardo parece ter aceitado aquilo, joga o bilhete na cama, e corre para seu carro, para ir a Perfume.

Cena 9: Rodovia. Manhã. Ext.

Matheus ia muito rapido em sei carro, e não se importava com o que vinha pela fente, quase bate em carros, ele perde o controle do carro, e acaba caindo em um grande rio. Será ali o fim de um vida?!

Cena 10: Perfume. Manhã. Int.

Ricardo entra na Perfume, feliz, ele cumprimenta todos, inclusive Natasha e Nick.

Ricardo – Vocês sabem me dizer se a Rebeca esta na sala dela?

Natasha – Sim, eu vou avisar que o senhor…

Ricardo – Não, não precisa, eu quero fazer uma surpresa.

Ricardo sobe as escadas.

Natasha – Tabom, então…

Nick pega uma flor em um vaso.

Nick – Natasha…

Natasha – O que foi encosto?

Nick – Aff, assim não dá, queria te entegrar essa flor.

Natasha – Que linda… E?

Nick – E…

Natasha não se controla, e beija Nick, os dois se agarram na frente dos clientes da Perfume.

Os clientes da Perfume aplaudem o casal.

Cena 11: Perfume. Sala de Rebeca. Manhã. Int.

Rebeca mexia em uns documentos, quando Ricardo entra.

Rebeca – Ricardo, se for pra discutir eu…

Ricardo – Claro que não, eu vim aqui pra te dar uma coisa.

Rebeca – Me dar? Dar o que?

Ricardo – A prova do meu amor… Rebeca volta comigo, eu sei que você me ama!

Rebeca – Você já me enganou tanto que…

Ricardo – Por favor Rebeca, esquece o passado, vamos viver pensando apenas no presente, e nem tanto no fúturo.

Rebeca – Você tem até razão, Ricardo.

Ricardo – Então fica comigo!

Rebeca – Claro que sim…

Rebeca e Ricardo se beijam, na esperança daquela relação dar certo.

Cena 12: Carro de Beatriz. Manhã. Int.

Sem dirigir o carro, Claus esta curioso para saber de suas origens, e ao mesmo tempo com medo do que pode descobrir.

Claus – Fala, então quem é o meu pai? Por que você não me disse que era minha mãe antes?

Beatriz – Você é meu filho com um padre, eu tive nojo de mim mesma, e quis me manter distante de você, mas meu instinto materno não permitiu.

Claus – De um padre?

Beatriz – Sim, uma vez eu tinha traído o pai de Pedro e Saulo com um padre, e não me arrependo. Olha o rapaz lindo e bom pra a mamãe que resultou… Agora, vamos, quero chegar logo em New York. (gargalhadas)

Beatriz deixa Claus abalado, mas não perde a pose, porem em seus olhos se vê que ela não queria ter revelado aqueles segredos.

Cena 13: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Manhã. Int.

Letícia, e Gabriel iam anunciar algo a família.

Eduarda – Então filho, o que você vai dizer?

Saulo – Estou muito curioso…

Gabriel – Venho comunicar a família, que eu e Letícia vamos nos casar.

Eduarda – Aí que felícidade.

Pedro – Parabéns, Gabriel.

Lúcia – Vocês formam um lindo casal.

Marcelo – Parabéns cara, quero ser o padrinho.

Gabriel – E já é, você e Laura.

Laura – Muito obrigado, Gabriel.

Laura e Marcelo se beijam.

Natália – Parece que eu vou ficar encalhada, né?

Letícia – Natália, você é linda, logo logo tá aí, namorando.

Natália – Espero um dia ser feliz nessa vida.

Gabriel – E vai prima.

A felícidade parece finalmente ter chegado aquela casa…

Cena 14: Letreiro.

Ao som de “Dust In The Wind” do Kansas, é mostrado imagens e o letreiro “Algumas semanas depois”…

Beatriz enfim chegou em Nova York, lá vive com o filho Claus, que sofre de depressão, mas um dia ela se entregou a polícia, após Claus se jogar do edifício onde eles residiam.

Daniele e Junior vivem felizes pelo mundo, sem se preocupar com nada, apenas vivendo a vida.

Alcione voltou com seu salão de beleza, chamado “Se liberta da Feiura, flor”.

Álvaro e Ângela vivem juntos, felizes.

Penélope, Iris e Lilíane venceram um reality show, e vivem em rodas de pessoas badaladas da alta sociedade, mas continuam encalhadas.

Rebeca e Ricardo fazem sempre viajens, e vivem como se não ouvesse o ontem, e o amanhã.

Gabriel e Letícia se casaram, e vivem felizes.

Saulo e Pedro comandam a Perfume, que vai cada vez melhor.

Eduarda agência eventos de Gilda e Yvete que voltaram a ser vedettes.

Natasha e Nick finalmente namoram.

Lúcia vive feliz, com sua família.

Natália namora um rapaz francês e charmoso.

Marcelo e Laura vivem no ‘maior love’, e sempre felizes.

Cena 15: Miami Beach. Tarde. Ext.

Rolava uma festa luxuosa na praia, Luiza aparece de biquini trazendo alguns drink’s.

Ela vai até um rapaz, que pega um drink.

Matheus – Muito obrigado, linda.

Matheus e Luiza se beijam sensualmente…

Cena 16: Nova York. Prisão. Tarde. Int.

Beatriz escrevia em um caderno.

Beatriz – … Mas eu não me dei por vencida, posso estar em prisão Perpétua, mas eu ainda vou matar a desgraçada da Lúcia… “Memórias da Socielite Beatriz Ferraz”…

Uma câmera fotografa Beatriz escrevendo seu livro.

Cena 17: Peru. Montanhas. Tarde. Ext.

Daniele esta dentro de uma cabana, deitada, soando, ao seu lado esta Junior.

Daniele – Cadê nosso filho, amor?

Junior – A minha mãe já esta trazendo, fica despreocupada.

Junior beija Daniele que se acalma.

Esmeralda chega com o bebê.

Esmeralda – É um garotinho lindo.

Esmeralda dá o bebê pra Daniele, que acarícia e beija a testa do filho.

A câmera Daniele, Junior, seu filho, e Esmeralda.

Cena 18: Salão de Beleza. Tarde. Int.

Álvaro e Ângela conversavam com Alcione.

Alcione – O salão ta indo de vento em polpa, esta sendo ótimo.

Ângela – E vai crescer cada vez mais…

Álvaro – Com certeza, você administra muito bem…

Alcione – E vocês, em?

Ângela – A gente esta planejando uma segunda lua-de-mel.

Alcione – Que romântico.

Álvaro – Sim, eu e Ângela já sofremos muito, principalmente com a morte do Matheus… Agora a gente quer ser feliz.

Álvaro e Ângela se beijam.

A câmera fotográfa Álvaro e Ângela se beijando, e Alcione olhando ali, ‘segurando vela’.

Cena 19: Exclusive. Lojas. Tarde. Int.

Iris, Penélope e Lilíane caminhavam pela loja.

Lilíane – Foi essa loja que explodiu meses atrás?

Penélope – Foi uma loja dessa marca.

Iris – Tenso, né?

Lilíane corre até uma roupa.

Lilíane – Olha que roupa linda.

Penélope – É da linha, Desejos de Rosa.

Iris – Xonei!

Lilíane – Mas já é minha…

Penélope – Não, eu quero… Só tem essa sobrando…

Uma briga acontece entre elas, até três garotas chegarem.

Vanessa – Que baixessa é essa com meu vestido?

Claudinha – Seu? Já é meu querida…

Mijardina – Aí viadas, vocês sabem que é minha…

Penélope – Epa… Já é da gente aqui…

As seis garotas começam a brigar pelo lindo vestido.

A câmera fotográfa elas seis discutindo.

Cena 20: Acampamento. Tarde. Ext.

Um acampamento, em uma montanha, era onde Gilda e Yvete estavam.

Gilda – Esta preparada, poderosa, vamos pular de paraquedas.

Yvete – Vamos mulher, olha os gatões que vai acompanhar a gente.

Gilda – Vamos, 1, 2, 3…

Gilda e Yvete pulam de paraquedas.

A câmera fotográfa as duas felizes.

Cena 21: Mansão Ferraz. Jardim. Tarde. Ext.

Enquanto tudo aquilo acontecia, Laura, Lúcia e Natália conversavam.

Laura – Eu estou tão feliz, mãe.

Natália – Idém, ando tão feliz que só falto voar. (risos)

Lúcia – Que bom filhas, falando em voar, olhem para o céu, a avó de vocês e a Yvete inventaram de pular de paraquedas. (risos)

Laura – E elas estão certas, a gente tem que aproveitar a vida.

Eduarda e Saulo chegam.

Eduarda – Lúcia, onde esta a sua mãe e a Yvete, elas iam ensaiar pra um show…

Lúcia – Olhem pra cima.

Eduarda olha, e se espanta ao ver de longe as duas de paraquedas.

Eduarda – (risos) Não acredito, eu não teria coragem…

Saulo – Nem comigo?

Eduarda – Ah, com você sim, né?

Eduarda e Saulo se beijam.

A câmara fotográfa eles se beijando.

O namorado de Natália, Francois, e Marcelo chegam.

Natália – (para Francois) Amor, estava ficando com saúdades.

Fracois – Eu e Marcelo, temos uma supresa pra vocês duas.

Laura – Pra nós?! O que, em?!

Marcelo e Francois se ajoelham, e pedem pra suas namoradas, Laura e Natália, respectivamente em casamento.

A camera fotográfa o momento, e em um close rápido corta para outra cena.

Cena 22: Campo. Tarde. Ext.

Alguns tempos depois…

Ao fundo toca “Let Her Go” do Passenger, esta musica cobre o casamento de Natália com Fransois e Laura e Marcelo, cada momento era visto com lágrimas, beijos e sorrisos das pessoas que vieram ali prestigiar.

Gabriel e Letícia eram os padrinhos de Laura e Marcelo. Gabriel passava a mão na barriga de gravida de Letícia.

Os padrinhos de Natália e Francóis eram Daniele e Junior, ela esta com o bebê nos braços.

Um padre realizava a cerimônia, ele acabava de formar dois casais.

Lúcia observava feliz e se emocionando, ela beija Pedro.

Laura e Natália jogam os buques.

Natasha pega um buque, ela beija Nick.

Alcione pega o outro buque. Ela vê um rapaz sentado do lado dela, e ela logo se aproxima.

Padre – Os noivos podem beijar as noivas.

Laura – Eu te amo Marcelo, tudo que a gente passou valeu a pena.

Marcelo – Com certeza meu amor, a gente agora esta unido pela justiça, e por Deus.

Laura e Marcelo se beijam.

Natália e Francóis também.

Ao som de aplausos, eles festejam o amor.

Uma câmera fotográfa o beijo deles.

Lúcia abre um presente, que lhe chamou bastante atenção por estar ali no casamento, em vez de estar guardado.

Ela lê a capa do livro “Memórias da Socielite Beatriz Ferraz”.

Lúcia – Eu não acredito que aquela maldita teve coragém disso…

De longe, atras de todos convidados uma mulher chora.

A cena se congela…

~FIM~

EncerramentoRealização

Anúncios

~ Amanhã ~

 

wpid-img_20141005_133013.jpgwpid-img_20141005_135310.jpg

Saber Viver – Capítulo 29 [Penúltimo]

Classificação Saber ViverCena 1: Mansão Ferraz. Quarto de Beatriz. Noite. Int.

O delegado arromba a porta do quarto de Beatriz Ferraz.

Lúcia, Pedro e o Delegado entram depois dos políciais.

O delegado entra depois.

Delegado – Aqui não tem ninguem.

Lúcia – A desgraçada fugiu…

Pedro adentra no quarto, gritando pela mãe.

Pedro – Mãe? Responde mãe!

Delegado – Ela fugiu…

Lúcia – Ela não pode ter fugido assim tão rapido!

Lúcia sai correndo pra fora da mansão, pela porta dos fundos.

Cena 2: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Noite. Int.

Pedro desce as escadas seguido pelo delegado.

Pedro – Onde a Lúcia foi?

Eduarda – Gente, a Lúcia saiu correndo pelas portas do fundo.

Saulo – Pedro, meu irmão me explica tudo o que esta acontecendo!

Pedro – Agora não da meu irmão, só lhe digo uma coisa, a mamãe é uma fugitiva da polícia.

Pedro sai correndo pela porta dos fundos junto ao delegado.

Saulo – Eduarda, você sabe me explicar o que esta acontecendo?

Eduarda – Claro Saulo, mas não se choca com o que eu vou falar…

Saulo – Se chocar mais? Vi duas pessoas iguais, e uma verdadeira operação polícial dentro da minha casa… Como posso me chocar mais?

Eduarda – Ta bom, eu vou te explicar.

Eduarda explica tudo a Saulo, que se mostra cada vez mais surpreso.

Cena 3: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Laura e Marcelo estão assustados com o comportamento de Matheus.

Laura – Sai daqui Matheus! Deixa a gente em paz.

Matheus – Isso é impossivel meu amor! Você e sua irmã são minhas.

Marcelo – Cara, você esta ficando louco!

Natália chega no local.

Natália – O que esta acontecendo aqui?

Matheus de repente segura Natália, e de seu bolso pega uma faca, na qual passa a ameaça-la.

Matheus – Se a Laura não vir comigo, a Natália morre! E dessa vez vai ser de verdade.

Marcelo – Solta ela, seu desgraçado!

Matheus – As duas! As duas são minhas.

Laura, vendo sua irmã sendo maltratada daquele jeito, não vê outra saida que não seja se entregar para Matheus.

Laura caminha até Matheus.

Marcelo – Laura? Onde você vai?

Laura – Se ele me quer, eu me entrego a ele.

Ameaçadas por Matheus, Laura e Natália entram no carro dele.

Marcelo – Cara, solta elas. Deixa elas em paz.

Matheus prende Laura e Natália no carro, e parte pra cima de Marcelo com a faca.

Cena 4: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Noite. Int.

Ângela e Álvaro jantavam a luz de velas, e Alcione mexia em um aparelho de som para deixar uma musica, de primeira ela coloca um CD de forró.

Alcione – Eita, errei. ME LIBERTA!

Alcione troca por “Someone Like You” da Adele.

Após o feito, Alcione sai e deixa os dois no maior clima de romance.

Álvaro – Será que Daniele vai nos aceitar juntos?

Ângela – Não sei Álvaro… Mas vamos pensar nisso depois, vamos viver o que ainda temos pela frente.

Álvaro – Sim, minha querida.

Álvaro e Ângela se beijam.

Cena 5: Rua. Noite. Ext.

Lúcia corre pela rua, de longe ela vê Beatriz entrando em um carro.

Beatriz – Vamos Claus, acelera, ou mata a desgraçada da Lúcia!

Claus – Ok dona Beatriz…

Claus sai do carro, e quando Lúcia vai chegando perto do carro, ele aponta um revolver pra ela.

Claus – Se chegar mais perto, morre!

Lúcia – O que você tem com a Beatriz, em? São amantes é isso?

Claus – Fica longe, dona Lúcia.

Lúcia – Você é capaz de me matar, Claus?! Você sempre me conheceu, e eu te conheci quando você ainda era uma criança.

Claus – É um último aviso.

Lúcia – Ok… Eu me afasto!

Lúcia se afasta do carro.

Claus entra no carro com Beatriz, e acelera.

Pedro chega e fica ao lado de Lúcia.

Pedro – Onde esta minha mãe?

Lúcia – Ela fugiu com o Claus, Pedro!

Pedro – Com o Claus?!

Delegado – Já estou acionando as outras viaturas.

Lúcia – Pode desistir, Beatriz pensa em tudo antes de realizar seus feitos, nunca mais vamos pega-la.

Delegado – Mas a justiça do homém pode falhar, mas a justiça divina nunca.

Lúcia e Pedro saem dali, abalados com tudo o que estava acontecendo.

Ao fundo toca “Begin Again” da Taylor Swift. Enquanto eles param para se beijar.

Pedro – Tudo vai ficar bem, meu amor.

Pedro e Lúcia se beijam na esperança de que uma vida nova e feliz começe pra eles.

Cena 6: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Matheus e Marcelo trocavam socos, chutes e empurrões. Matheus empurra Marcelo no chão, e pega sua faca.

Matheus – Agora é a hora da tua morte, desgraçado!

Cena 7: Mansão Ferraz. Jardim. Carro de Matheus. Noite. Int.

No carro, Natália e Laura ficavam se ar.

Natália – Me ajuda a abrir esse carro.

Laura – A gente vai conseguir, minha irmã.

Laura e Natália empurram a porta do carro, mas não conseguem abrir.

Laura percebe um chaveiro no carro.

Laura – Natália, naquele chaveiro, deve ter uma chave que abra esse carro.

Natália – Sim…

Natália pega a chave, e junto a Laura tentam abrir o carro.

Cena 8: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Marcelo da uma rasteira em Matheus.

Matheus – Ah droga!

Marcelo tenta se levantar. Matheus caido, segura o pé de Marcelo.

Cena 9: Mansão de Ângela. Sala de Estar. Noite. Int.

Daniele e Junior chegam, eles chegam felizes.

Alcione roncava no sofá da sala de estar.

Daniele – Alcione, Alcione querida.

Alcione – (se acordando) SE LIBERTA, FLOR!

Junior – Se libertar?

Daniele – Coisa da Alcione…

Alcione – (assustada) Daniele? Não entre nessa sala de jantar.

Daniele – Oé, por que não?

Alcione – Você não vai gostar do que vai ver…

Daniele – Ah, agora eu quero entrar! Vamos Junior.

Daniele puxa o braço de Junior, e eles entram na sala de jantar.

Alcione – ME LIBERTA!

Alcione também entra na sala de jantar.

Cena 10: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Noite. Int.

Daniele liga as luzes, e fica surpresa ao ver o que esta vendo ali.

Álvaro e Ângela se beijando.

Daniele – Mãe?

Ângela e Álvaro ficam surpresos com a presença de Daniele.

Cena 11: Mansão Ferraz. Jardim. Carro de Matheus. Noite. Int.

Natália continua a tentar as chaves, enquanto Laura a ajudava, as duas já estavam ficando sem ar.

Laura – (ofegante)Tenta essa, Natália.

Natália – Ok Laura…

De repente, no rádio toca “É preciso saber viver” dos Titãs.

Laura percebe que em cada chave esta escrito uma palavra.

Laura – Natália, tenta essa escrito “vida”.

Natália – Ok, minha irmã.

Natália consegue abrir uma das portas do carro, então ela e Laura saem.

Cena 12: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Matheus pega a faca, e enfia na perna de Marcelo para neutraliza-lo.

Marcelo geme de dor.

Matheus se levanta, e ali poderia ver um louco.

Matheus – Vou te transformar em picadinho.

Quando ele ia se abaixar e enfiar a faca em Marcelo, Matheus desmaia.

Cena 12: Aeroporto. Noite. Int.

Letícia já ia para a portão de embarque.

Ela pensa em tudo que aconteceu na vida dela últimamente, e lembra de Gabriel.

Letícia – Ah se você me perdoasse Gabriel…

Quando ela ia entrar no portão, escuta alguem chamar seu nome.

Ela olha pra trás e é Gabriel. E ao som de “Sexed Up” do Robbie William.

Letícia larga suas malas ali, e corre para um encontro, para um abraço.

Letícia – Bom que veio átras de mim, me perdoa amor?

Gabriel – É claro que te perdou, e a gente vai se casar, ter três filhos…

Letícia – Três não, quatro!

Gabriel – Então cinco! (risos)

Entre tantos risos e palavras, os olhos deles se encontram, e um lindo beijo entre eles acontece.

Todos no aeroporto aplaudem aquela cena simplesmente romantica.

Cena 13: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Noite. Int.

Ângela – Daniele, minha filha? Me perdoa.

Daniele – Perdoa pelo que, mãe? Agora eu vejo que vocês se amam.

Álvaro – Eu queria te pedir desculpas por…

Daniele – Esquece… Esquece pai! Eu já me esqueci de tudo, pra mim, a vida recomeça hoje.

Ao fundo toca “I’m Yours” do Jason Mraz.

Daniele e Junior se beijam.

Daniele – Eu estou namorando o Junior, e hoje mesmo, vou viajar pra Argentina, vou viver tudo como se deve viver.

Ângela – Mas e suas roupas, seu quarto?!

Daniele – Eu não preciso de muitas roupas, eu quero viver a vida, apenas.

Ângela – (chorando) Mas e eu?

Daniele abraça a mãe.

Daniele – Onde eu for, a senhora vai estar viva aqui no meu coração.

Ângela aperta a filha em um abraço.

Alcione já não se aguentava de tanto chorar.

Daniele vai até Alcione.

Daniele – Ô Alcione, não fica assim, sempre vou te levar na memória, e no meu coração, minha segunda mãe.

Daniele abraça Alcione.

Daniele – Até a próxima!

Daniele faz o sinal de tchau para a família, e vai embora com Junior e Esmeralda que esperava fora da mansão.

Cena 14: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Natália tinha acertado a cabeça de Matheus com uma pedra, esse o motivo do desmaio.

Marcelo, ferido na perna, escuta o coração de Matheus.

Natália – E se eu matei ele?! Eu não vou me perdoar nunca!

Laura – Calma minha irmã.

Laura abraça Natália.

Natália – Então Marcelo?

Marcelo não responde Laura.

Cena 15: Carro de Beatriz. Noite. Int.

Claus esta dirigindo o carro.

Beatriz atras, degusta vinhos.

Beatriz – Oh dear, finalmente livres daquela família do azar.

Claus – Dona Beatriz, chegou a hora, o que eu sou da senhora?

Beatriz – Você é meu…

Beatriz se emociona na resposta.

A cena se congela…

Realizaçãoimage

Saber Viver – Capítulo 28

Classificação Saber ViverCena 1: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Noite. Int.

Beatriz tinha atirado quatro vezes em direção a Laura, porem no momento dos tiros, Dorotéia empurra Laura no chão, e é baleada.

Laura – (chorando) Olha o que você fez!

Pedro – Mãe…

Natália – Meu Deus vó..

Lúcia – Sua louca!

Beatriz apenas da altas gargalhadas.

Pedro – Mãe, o que você fez?! Pelo amor de Deus! Matou a Dorotéia!

Beatriz – Ahhhhhhhh, vazo ruim não quebra (risos)

Lúcia – Eu vou chamar a polícia agora! Laura e Natália, saiam daqui.

Laura – Mas e a minha… e a Dorotéia? Ela me salvou…

Dorotéia – (quase não conseguindo falar) Vai embora idiota! Não vê que só tentei te salvar pra posar de vitima…

Laura – (chorando) Mas…

Natália – Vamos minha irmã, tudo vai ficar bem.

Natália tira Laura da sala. Lúcia fica encarando Dorotéia no chão.

Lúcia – Eu deveria te deixar quase morrendo ai, por tratae uma pessoa desse jeito, mas o mal não se paga com o mal.

Beatriz tenta atirar em Lúcia, mas percebe que a arma descarregou.

Saulo e Eduarda chegam.

Saula – O que houve aqui?

Eduarda – Meu Deus, eu sabia que essa história não ia acabar bem…

Beatriz – Agora, eu vou pra minha banheira, mandem o Claus mandar champanhe, please!

Lúcia – Você vai presa agora…

Beatriz não liga, e sobe as escadas.

Saulo chama uma ambulância, e Lúcia a polícia.

Cena 2: Pensão de Yvete. Sala de Estar. Noite. Int.

Yvete e Gilda entram na pensão.

Gilda – Será que a Lúcia esta bem, Yvete?

Yvete – Esta tudo bem querida…

Yvete não percebe a bagunça que esta a sala de estar da pensão.

Yvete – Vala me Deus, que bagunça é essa, cadê aquelas bagaçeiras?

Iris, Lilíane e Penélope chegam na sala de estar, ainda brigando.

Penélope – Larga meu pink hair, sua mal-amada.

Iris – Me obrigue!

Lilíane – Larga meu cabelo, Iris bagaçeira!

Iris – Você estão na minha mão. (risos)

Yvete – Que zona é essa?

Iris solta Penélope e Lilíane, que caem no chão.

Penélope da uma rasteira em Iris, que estava em pé, e cai com o golpe da até então, rival.

Penélope – Se nós cai, tu cai também.

Yvete – Me expliquem o motivo dessa bagunça!

Iris fica com medo do que Penélope e Lilíane possam dizer.

Cena 3: Parque. Noite. Ext.

Daniele e Junior estavam com as mãos dadas, sentados em um banco do parque.

Daniele – Já anoiteceu, tenho que ir pra casa.

Junior – A gente pode se ver de novo?

Daniele – Claro, vamos até minha casa, te apresento pra os meus.. Pra minha mãe, e você já fica sabendo onde eu moro.

Junior – Tenho que te apresentar minha mãe!

Uma ambulância passa pelo parque em direção a mansão Ferraz.

Esmeralda vai correndo até Junior.

Esmeralda – Filho, e Natália…

Junior – Mãe, essa aqui é a Daniele.

Daniele – Prazer… A senhora disse Natália?

Junior fica apreensivo.

Esmeralda – Sim! Você conheçe?

Daniele – Minha melhor amiga… Mas ela esta…

Esmeralda – Morta? Não ela esta viva, vamos até a mansão, alguem deve estar correndo perigo.

Daniele, Esmeralda e Junior correm até a mansão.

Cena 4: Mansão Ferraz. Fachada. Noite. Ext.

Enfermeiros levavam o corpo de Dorotéia para a ambulância.

Laura – (para Natália) (chorando) Ela vai ficar bem?

Natália – Ela morreu minha irmã…

Laura chora no ombro de Natália que a consola.

O delegado chega.

Delegado – Onde esta a criminosa?

Lúcia – Esta lá em cima, delegado!

Delegado – Vamos comigo até lá.

Lúcia e Pedro acompanham o delegado, e dois políciais.

Marcelo chega.

Marcelo – Laura, a gente pode conversar um pouco?

Laura olha para Natália.

Natália – Vai lá minha irmã…

Laura corre a um abraço a Marcelo.

Junior, Esmeralda e Daniele chegam.

Daniele corre até Natália.

Daniele – Eu sabia, eu sentia que você estava viva, Nath.

Natália – Ai minha amiga, se você soubesse como eu sofri nesse tempo, se não fosse o Junior e a Esmeralda, eu nem sei que teria acontecido comigo… E olha, o que aconteceu…

Daniele – O Junior te ajudou? Eu e ele estamos apaixonados. (risos)

Natália – Hum… Apaixonados, Junior?

Junior – Mas Natália…

Natália – Vocês tem a minha benção, eu sempre te vi como amigo Junior.

Junior – Que bom que você aceitou Natália.

Junior e Daniele se beijam.

Esmeralda e Natália conversam sobre o acontecido.

Cena 5: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Noite. Int.

Ângela estava toda desarrumada, com uma máscara de pepino, andando pela casa.

Alcione corre atras dela.

Ângela – Alcione, você tirou um bifão do meu pé, ainda esta doendo.

Alcione – SE LIBERTA, FLOR! Não doeu muito.

Ângela – Mas o Álvaro, já esta…

Álvaro entra na sala de jantar, e se assusta.

Álvaro – Ângela?

Ângela se esconde átras de Alcione.

Cena 6: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Yvete tentava descobrir o por que daquela bagunça em uma sala.

Iris – A Penélope causou tudo isso.

Penélope – Eu? Lava tua boca, bruxa!

Lilíane – A gente discutiu, Yvete.

Yvete – E por que as biscaiteiras discutiram?

Penélope – Por que eu descobri que a Iris, estava infernizando a vida da pobre da Lúcia.

Gilda – O queeee?

Gilda e Yvete ficam surpresa com a revelação.

Cena 7: Mansão Ferraz. Jardim. Noite. Ext.

Marcelo tentava acalmar Laura.

Marcelo – Meu amor, fica calma!

Laura – Como eu vou viver após isso, sou quase uma intrusa nessa casa. E depois de ter escutado aquilo da mulher que eu pensei ser minha mãe. Além disso, a Beatriz disse que eu posso ser presa.

Marcelo – Aconteça o que acontecer, eu vou estar do seu lado, Laura.

Marcelo e Laura se beijam.

Matheus chega de repente.

Matheus – (irônico) Que casalzinho lindo.

Assustados, Laura e Marcelo olham para Matheus.

Cena 8: Mansão Ferraz. Quarto de Beatriz. Noite. Int.

O delegado arromba a porta do quarto de Beatriz Ferraz.

Lúcia, Pedro e o Delegado entram depois dos políciais.

O delegado entra depois.

Delegado – Aqui não tem ninguém.

Lúcia – A desgraçada fugiu…

~ A CENA SE CONGELA ~

Realização

Saber Viver – Capítulo 26 e 27

Classificação Saber Viver

Cena 1: Mansão Ferraz. Fachada. Tarde. Ext.

Laura tentava falar para Pedro, que ela não era Natália, mas se sente pressionada.

Pedro – Pode dizer minha filha!

Beatriz – Oh my god! Toma cuidado no que vai dizer.

Laura – Eu.. Eu não sou…

Natália chega correndo nesse instante.

Natália – Ela não é a Natália! EU SOU!

Todos ali ficam surpresos, Beatriz fica apreensiva.

De repente, Lúcia chega.

Lúcia – Minhas filhas…

Juntas, Laura e Natália olham para a mãe…

Pedro – Eu não.. Não estou entendendo nada!

Beatriz – Oh my god! Que loucura é essa? Eu estou bebada é isso? Vejo duas Natália…

Lúcia – Não se faça de sonsa, sua criminosa!

Marcelo – Acho que isso, é uma conversa entre vocês, depois a gente se fala, Laura.

Marcelo, bastante confuso sai da mansão.

Esmeralda – (para Junior) Acho melhor deixar eles conversarem.

Junior – Mas, e Natália?

Esmeralda – Ela sabe se cuidar!

Junior e Esmeralda saem, e vão para um parque próximo.

Matheus sai de fininho, e entra em seu carro.

Gilda e Yvete tambem saem da mansão.

Pedro – Quero que me expliquem tudo.

Lúcia – Pronto Beatriz, estamos só a família… Conte o que fez, e como fez pra destruir uma vida assim que nasceu.

Beatriz – Não acho que seria formidável contar tudo aqui na frente da mansão.

Lúcia – Vamos entrar, mas não tente nada, demônia.

Emocionadas, Natália e Laura entram na mansão, seguidas por Pedro e Lúcia.

Beatriz conversa com Claus.

Beatriz – Oh my dear! Por favor, me de aquele brinquedinho, acho que hoje terei que usa-lo.

Claus – Aqui dona Beatriz.

Claus da um revolver para Beatriz.

Beatriz entra na mansão.

Cena 2: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Tarde. Int.

Ângela e Alcione tomavam um chá, elas estavam muito abatidas, com tudo que tinha acontecido.

Alcione – Dona Ângela, onde esta a Dani?

Ângela – Ela esta muito triste, coitada… Mas parece que ela foi refletir lá fora.

Alcione – É bom, ela tem que SE LIBERTAR DESSA TRISTESA!

Ângela – Falando em libertar, eu queria me libertar de uma coisa que me voltou depois de anos.

Alcione – O que dona Ângela?

Ângela – Meu amor pelo Álvaro.

Alcione – O que?

Alcione cospe todo chá que bebia após escutar aquilo de Ângela.

Cena 3: Parque. Tarde. Ext.

Daniele, desolada, caminhava pelo parque, muito triste, era sua aparencia. Um recorte de jornal voa até ela.

Daniele lê “Viva a vida da maneira mais feliz que exista, não deixe os problemas lhe abalar, porque nada é para sempre, nem os problemas nem a vida”.

Daniele – Nossa, essa foi forte.

O recorte voa, e cai no chão. Daniele vai pegar, e quando se levanta, fica cara a cara com Junior, que estava muito sorridente por ter ajudado Natália, a mulher que até aquele momento amava… Até aquele momento, pois, agora, o seu coração estava apaixonado mesmo por aquela mulher que via em sua frente, por Daniele.

Cena 4: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Tarde. Int.

Pedro estava confuso, não sabia o que acontecia, enquando Laura e Natália estavam apoiadas a Lúcia.

Beatriz – Você quer saber mesmo da verdade, Pedro?

Pedro – Mas do que tudo, quero saber como que pode existir duas pessoas tão iguais…

Lúcia – Explica Beatriz, explica que você separou Laura de Natália no berçário, explica o porque.

Pedro – Mãe, você fez isso?

Beatriz – Fiz sim, e não me arrependo, foi ótimo saber que te desestruturei Lúcia.

Laura – Mas você tambem transformou a minha vida em uma farsa, quando me deu pra ser criada pelo nojendo do Silvio, e pela Dorotéia!

Pedro – O que? A Dorotéia compactuou com tudo isso?!

Natália – Vó, a senhora acabou com nossas vidas…

Beatriz – Ainda não queridos…

Todos presentes ali ficam apreensivos, enquanto Dorotéia escutava a conversa.

Cena 5: Pensão de Yvete. Sala de Estar. Tarde. Int.

Após levar um tapa de Penélope, Iris pula em cima da garota.

Iris – Agora eu vou te estapear, vagabunda!

Penélope – Ah não vai mesmo!

Penélope tenta dar um tapa em Iris, e acaba acertando Lilíane.

Lilíane – Aí, eu não mereço isso.

Lilíane tenta revidar em Penélope, mas acerta em Iris.

Iris – Vagaba!

Iris, Lilíane e Penélope iniciam ali uma verdadeira guerra.

Cena 6: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Tarde. Int.

Lúcia – Mas eu aposto que a senhora não fez só essa maldade, sua maldita!

Beatriz – Oh dear, você cansa minha beleza com essa sua vós irritante.

Pedro – Mãe, como pode ter feito isso?!

Pedro abraça Laura.

Beatriz – Mas pelo visto, eu não sou a unica criminosa aqui, né?! A Laura se passou pela Natália, isso pode?

Laura – A base de chantagem, e de manipulação, a senhora não vale nada.

Beatriz – Oh my god! Muito audáciosa, meça o que diz!

Natália – Vó, pelo amor Deus, não muda o assunto, o que mais você fez?

Dorotéia liga um gravador.

Beatriz se senta em uma poltrona.

Beatriz – Ah, pouca coisa…

Lúcia – Fala maldita!

Beatriz – Estou dizendo dear, pouca coisa… Apenas fiz você ser internada em um manicômio, fiz a Laura ser demitida da Perfume, enfiei um escorpião no dinheiro que dei para o Silvio, e é claro ele morreu, mandei matarem a insolente da Chica, mandei uma moçinha infernizar a vida da Lúcia enquanto ela estava na pensão, e agora…

Todos estavam chocados ali, até Dorotéia se mostrou pasma.

Pedro – E agora o que, mãe? Pelo amor de Deus.

Beatriz – E agora, vocês vão morrer! (gargalhadas)

Beatriz aponta um revolver para todos presentes na mansão.

Cena 7: Parque. Tarde. Ext.

Daniele e Junior conversavam, enquando caminhavam pelo parque.

Daniele – Então Junior, você é daqui de São Paulo?

Junior – Nasci aqui, mas morei Argentina, meu pai e minha mãe são hippies, sabe, você pode achar que é besteira, mas… O mais importante nesse mundo não é as diferenças e o perfeccionismo, e sim o amor.

Daniele – Belas palavras.

Junior – Não tão belas quanto você.

Esmeralda de longe ver o filho conversando com Daniele.

Esmeralda – Junior é fácil de se apaixonar, mas será que esta certo… Mas se o destino escreveu assim.

Quando Esmeralda olha pra eles, vê eles se beijando, mas um beijo puro…

Cena 8: Mansão de Ângela. Sala de Jantar. Tarde. Int.

Alcione – Dona Ângela, a senhora não pode estar apaixonada por ele…

Ângela – Eu queria sufocar esse amor, mas…

Alcione – Pois então se joga nesse amor mulher, liga pra ele, planeja um jantar, e seja feliz.

Ângela – Esta certa, Alcione!

Ângela sorri com a idéia.

Cena 9: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Tarde. Int.

Beatriz deixou todos chocados com aquela sua reação, apontando uma arma para o própio filho, e netos.

Lúcia – Se for para matar, me mate, sei que você nunca gostou de mim.

Beatriz – Pra que? Mesmo com sua morte, ainda vai ter as lamurias de Pedro, e essas duas idiotas aí.

Natália – Então me mate vó… Esse é o seu problema?!

Laura – Não vamos cair na dela, por favor.

Beatriz – Já sei quem eu mato primeiro!

Beatriz aponta a arma para Laura.

Cena 10: Perfume. Sala de Rebeca. Tarde. Int.

Rebeca organiza alguns papeis, quando alguem entra em sua sala.

Letícia – Rebeca? Posso falar com você?

Rebeca – Letícia?

Letícia – Eu vim em paz, vim desejar que você e Gabriel sejam muito felizes, apesar de eu ainda ama-lo.

Rebeca – Mas…

Letícia – É que eu vou viajar, e não quero deixar nenhuma inimizade aqui no Brasil.

Rebeca fica chocada, e Letícia sai da sala.

Cena 11: Parque. Tarde. Ext.

Ao fundo toca “I’m Yours” do Jason Mars.

Após o beijo de Junior, Daniele se sentiu mais leve.

Junior – Me desculpa… Você estava tão triste, e eu já te beijando assim como um louco.

Daniele – Pode parecer loucura, mas eu me senti mais feliz com esse beijo. (risos)

Junior – Então, vou te deixar a felicidade em pessoa.

Junior beija Daniele de novo, faiscas de amor e felicidade saia daquele novo casal formado pelo destino, e pelo amor.

Cena 12: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Tarde. Int.

Pedro – Não faz nada com ela mãe.

Beatriz – Ah meu filho, eu quando tomo uma decisão, não deixo por nada.

Lúcia – Tira essa arma da frente da minha filha.

Beatriz aperta o gatinho, e dispara 4 tiros em direção a Laura.

Todos ali ficam em choque.

Cena 13: Perfume. Sala de Gabriel. Tarde. Int.

Rebeca entra na sala de Gabriel.

Gabriel – Rebeca, meu amor?

Rebeca – Amor? Entre nós não existe amor Gabriel.

Gabriel – Como não?

Rebeca – Eu vejo nesses seus olhos azuis, que você ainda ama a Letícia, e você sabe que ela ainda te ama. Eu queria te desculpar, mas eu não quero ficar com alguem que não me ama, e eu sei que você quer voltar para a Letícia.

Gabriel – Que bom que você sabe disso Rebeca, eu que tenho que lhe desculpar.

Rebeca – Sem tempos para desculpas, corre atras do teu amor, corre atras da Letícia, ela vai viajar, certamente de avião.

Gabriel – Vou correr para o aeroporto mais próximo!

Gabriel sai correndo da sala.

Rebeca – Eu fiz a coisa certa, eu sei.

Cena 14: Mansão Ferraz. Sala de Estar. Tarde. Int.

Beatriz tinha atirado quatro vezes em direção a Laura, porem no momento dos tiros, Dorotéia empurra Laura no chão, e é baleada.

Laura – (chorando) Olha o que você fez!

Pedro – Mãe…

Natália – Meu Deus vó..

Lúcia – Sua louca!

Beatriz apenas da altas gargalhadas.

A cena se congela…

Amanhã, começa as emoções finais de “Saber Viver”

imageAmanhã, 01 de outubro, começa as emoções finais de “Saber Viver”.

Laura e Natália ficam cara a cara com Lúcia; será o fim do segredo de Beatriz Ferraz?

Não perca, amanhã, às 18h30, os capítulos 26 e 27 de “Saber Viver”.

Saber Viver – Capítulo 25

Classificação Saber Viver

Cena 1: Trilha. Tarde. Ext.

Por uma trilha em uma mata, Natália, Junior e Esmeralda conversavam.

Esmeralda – Então Natália, quem é essa Laura, que um dia você falou?

Junior – Mãe, não confunde a cabeça dela!

Natália – Imagina Junior… Então Esmeralda, eu não sei quem é… Acho que é alguma irmã gêmea!

Esmeralda – Será?! Mas eu encontrei uma revista que fala da sua mãe, a Lúcia Ferraz!

Natália – O que? E cadê essa revista?

Esmeralda mostra revista.

Esmeralda – Eu deixei pra você ler, acho que você vai se lembrar mais de sua família.

Esmeralda entrega a revista para Natália.

Natália começa a ler a revista, e a cada palavra que ela lê, sua memória vem aos poucos, ela estava voltando a entender sua vida, que ainda reserva muita coisa.

Cena 2: Mansão Ferraz. Fachada. Tarde. Ext.

Beatriz e Pedro chegam até Marcelo e Matheus que trocavam socos, por amor a Laura.

Pedro – Que palhaçada é essa?!

Pedro vai tentar intervir na briga.

Beatriz – (para Laura) Você só tras confusão para essa mansão, é?

Laura – Mas…

A fala de Laura é cortada por Beatriz, que pega um aparelho e chama alguns seguranças.

Beatriz – Please! Acabem com essa guerra na frente da minha mansão, antes que eu pule no meio deles, e arranque o pescoço dos dois.

Os seguranças vão separar a briga.

Cena 3: Pensão de Yvete. Banheiro. Tarde. Int.

Antes de sair para reecontrar a família, Lúcia ia usar o pouco de tempo disponivel e tomar banho.

Iris, entra no banheiro antes de Lúcia, e despeja todo conteúdo dos produtos para cabelo na pia, ela ia trocar por outro tipo de produto, que certamente ia causar a queda dos cabelos de Lúcia.

Lúcia chega, impedindo Iris de trocar os produtos.

Lúcia – Iris?

Iris – Ai querida, desculpe por hoje de manhã, ok?

Lúcia – Ah, o café?! Já esqueci disso faz tempo!

Lúcia entra no choveiro, e Iris sai do banheiro, ficando na frente da porta.

Lúcia – Acabou o shampoo?

Iris – Ah sim, esqueci de te dizer, acabou hoje.

Lúcia – Nossa, eu fui comprar com a mãe ontem a noite.

Iris – Ah, aqui é uma pensão feminina, várias mulheres usam.

Lúcia continua seu banho. Iris debocha da situação, com um sorriso maléfico.

Penélope e Lilíane observam ela.

Penélope – Aquela naja ta aprontando alguma.

Lilíane – Depois eu converso com Iris…

Cena 4: Grupo de Apoio Alcoolicos Anônimos. Tarde. Int.

Eduarda estava sentada, ao lado dos outros ex-viciados, que escutavam Saulo.

Saulo – Eu considero, esse dia, uns dos mais importantes dessa minha vida, dessa minha vida, que não soube cuidar, não soube viver, não soube me dar com os problemas, e sempre se afogar em wiskyes, e bebidas caras, que mexiam apenas com minha situação financeira, assim como na minha vida pessoal, e no meu casamento com Eduarda, o grande amor da minha vida. Seja o que Deus quiser nesse exame, mas espero que eu esteja todo legal, sem nenhuma doença.

Saulo, cheio de lágrimas, abre o exame, e sua expressão, confunde, parece surpreso, mas com o que? O que constatava o exame?

Cena 5: Mansão Ferraz. Fachada. Tarde. Ext.

Pedro estava surpreso com o comportamento de Marcelo.

Pedro – Marcelo, eu nunca imaginei que você fosse tão violento.

Marcelo – Eu amo a sua filha, a Laura.

Pedro – Laura?

Beatriz se sente insegura.

Matheus – Que Laura idiota? Essa é a Natália, a MINHA NOIVA! MINHA!

Dorotéia percebe a confusão, e desce as escadas, passa pelo jardim, e chega até eles.

Laura – Eu tenho que dizer uma coisa pra vocês!

Beatriz, Dorotéia e Matheus ‘gelam’, ficam surpresos e com medo do que Laura possa dizer.

Cena  6: Perfume. Lojas. Tarde. Int.

A loja estava entediante, apesar da movimentação, e de ir bem para os negócios, mas Natasha e Nick estavam completamente entediados.

Natasha – Que pena que a vida é assim, né?!

Nick – Assim como?

Natasha – Assim! Depois da tempestade vem a ambudancia… Ou melhor ambulância!

Nick – Aff, diz logo o quer!

Natasha – O que eu queria era…

Nick se aproxima de Natasha, ensaiando um beijo.

Natasha – Outro barraco dos nossos chefes!

Nick fica constrangido com a situação, e sem palavras.

Cena 7: Rodoviária. Tarde. Int.

Esmeralda, Natália e Junior chegam em São Paulo.

Esmeralda – Então, Natália minha querida… Sabe mesmo onde fica sua casa?!

Natália – Claro, mas vocês vem comigo, não é?

Esmeralda – É óbvio..

Junior – Claro meu amor, eu vou com você até o final.

Natália – Obrigado gente, vocês com certeza são uma das pessoas mais importantes da minha vida.

Esmeralda – Mas e sua família, se quer te procurar, estranho né?

Natália – Lembram da história que vim contando pra vocês sobre eu ter uma irmã gêmea separada?

Esmeralda – Sim…

Junior – Você acha que ela esta em seu lugar?

Natália – Acho sim..

Esmeralda – A gente só vai saber quando chegar lá.

Junior – Vamos pegar o primeiro ônibus disponivel!

Junior, Esmeralda e Natália ficam esperando um ônibus por alguns minutos, logo um chega, e eles adentram no veículo.

Cena 8: Grupo de Apoio. Tarde. Int.

Eduarda estava curiosa com o resultado do exame.

Eduarda – Então Saulo?

Saulo – (emocionado) Eu não tenho nada, eu não tenho doença nenhuma!

Eduarda – Aí, obrigada meu Deus!

E no meio daqueles guerreiros, e guerreiras que lutam contra o alcool, Eduarda e Saulo se beijam.

Cena 9: Pensão de Yvete. Sala de Estar. Tarde. Int.

Após tomar banho, Lúcia passa por Iris, Lilíane e Penélope que iam conversar.

Lúcia – Tchau meninas! Me desejem sorte!

Lúcia sai da pensão.

Iris – Te desejo a morte, isso sim.

Lilíane – Gente… Por que tanto ódio da Lúcia?

Penélope – Ódio não, inveja! No fundo ela queria ser a Lúcia.

Iris – Ai querida, faça me rir, quem é que vai querer ser essa doida?!

Penélope – Você quer ser a nova mulher do Pedro Ferraz, cai na real, ele ama a Lúcia, a verdadeira mulher dele.

Iris – Suas sonsas! Ele ama, mas a Beatriz Ferraz a odeia, e ela disse que adoraria me ter como nora.

Lilíane – Jesus… Você esta ficando louca, Iris.

Penélope – Louca é pouco!

Iris – Ai, me deixem suas recalcadas! Lilíane, volta a ser a idiota de sempre, e você Penélope, vai rodar a bolsinha longe de mim.

Penélope – Ninguem fala isso pra Penélope Spears Gaga!

Penélope dá um tapa na cara de Iris, que fica surpresa e furiosa com Penélope.

Cena 10: Mansão Ferraz. Fachada. Tarde. Ext.

Laura tentava falar para Pedro, que ela não era Natália, mas se sente pressionada.

Pedro – Pode dizer minha filha!

Beatriz – Oh my god! Toma cuidado no que vai dizer.

Laura – Eu.. Eu não sou…

Natália chega correndo nesse instante.

Natália – Ela não é a Natália! EU SOU!

Todos ali ficam surpresos, Beatriz fica apreensiva.

De repente, Lúcia chega.

Lúcia – Minhas filhas…

Juntas, Laura e Natália olham para a mãe…

A cena se congela…