Arquivo da tag: A Sombra de Susana

A Sombra de Susana – Capitulo 25(Ultimo)

a-sombra-de-susana

CENA 1: HOSPITAL, SALA DE ESPERA, TARDE, INT.

A familia de Sofia estava com ela.

  • Flor: Tenha calma Sofia, ele vai sair dessa.
  • Alice: Meu pai é forte, ele vai sair dessa.

Victor chega.

  • Victor: Infelizmente, o Carlos, o Carlos.

Victor não resiste e chora.

  • Sofia: (chorando) Fala doutor. Falaaaaa!
  • Victor: Ele infelizmente morreu.

Alice chora. Sofia fica abalada.

  • Sofia: Doutor Victor, me deixe ver o Carlos, por favor!
  • Victor: Me acompanhe.

Sofia vai com Victor.

  • Flor: Calma minha querida Alice.
  • Alice: Eu perdi meu pai. Nao acredito.
  • Flor: Calma. Calma por favor.

CENA 2: HOSPITAL, QUARTO DE CARLOS, MANHÃ, INT.

  • Sofia: Doutor Victor, o senhor pode me deixar a sós com o Carlos?
  • Victor: Claro, vamos enfermeiras.

Victor sai com as enfermeiras.

  • Sofia: Carlos, meu amor, eu encontrei em você o meu verdadeiro amor, e soube o que é amar de verdade.

CENA 3: CÉU, EXT.

Carlos estava todo de branco em um lugar cheio de nuvens, uma mulher muito parecida com Susana se aproxima.

  • Susana: Carlos, meu amor que bom te reencontrar.
  • Carlos: Susana, é você?
  • Susana: Sim. Estamos no céu…

CENA 4: HOSPITAL, QUARTO DE CARLOS, MANHÃ, INT.

  • Sofia: (chorando) Carlos, por favor volte. Volte, eu te amo. Volta Carlos.

CENA 5: CÉU, EXT.

  • Susana: Vamos entrar no Paraiso, Carlos.
  • Carlos: Eu sinto que não é minha hora de ir para o Paraiso, Susana.

Ele escuta Sofia gritando seu nome.

CENA 6: HOSPITAL, QUARTO DE CARLOS, MANHÃ, INT.

  • Sofia: Meu único e verdadeiro amor…

Sofia beija Carlos.

CENA 7: CÉU, EXT.

Carlos sente algo estranho, porém bom.

  • Carlos: Agora eu tenho certeza, esses são sinais de que essa não é minha hora.
  • Susana: Então volte. Viva com Sofia, ela é o seu verdadeiro amor. Adeus Carlos.

Carlos volta ao consciente.

CENA 8: HOSPITAL, QUARTO DE CARLOS, MANHÃ, INT.

Carlos se acorda.

Sofia não vê, e continuava a chorar.

  • Carlos: Sofia, meu amor.
  • Sofia: (emocionada) Carlos? Esta vivo? Esta vivo!

Victor, Flor, e Alice escutam, e vão até la.

  • Victor: Meu Deus, é um milagre.
  • Alice: Pai.

Alice abraça o pai. Sofia o beija.

CENA 9: ALGUMAS SEMANAS DEPOIS…

CENA 10: MANSÃO DE CARLOS, SALA DE ESTAR, TARDE, INT.

Alguns homens levavam o quadro de Susana.

  • Sofia: Pra onde estão levando, amor?
  • Carlos: Para um museu.
  • Sofia: E Celeste?
  • Carlos: Aquela louca já vai para o manicômio.

Um homem passa com Celeste, vestida de Susana.

  • Celeste: Para onde vamos querido.
  • Homem: Você vai para um hotel.
  • Celeste: Um bem chique. Quando chegarmos la, vou tomar um banho de petalas.
  • Homem: Ah Claro, claro.

O homem leva Celeste para o manicômio.

  • Sofia: Ai meu Deus… A loucura é uma coisa muito triste.
  • Carlos: Sim. Mais a Celeste sempre mereceu. Acho que a loucura ja é um castigo muito grande pra qualquer pessoa.

Carlos e Sofia se beijam.

Alice, Nando, Margarida, José, Victor e Flor chegam.

  • Alice: Advinha pai, eu e Victor. Flor e Nando, vamos casar todos no mesmo dia.
  • Carlos: Meu Deus… Parabens aos dois casais.
  • Margarida: Dois não meu bem, três, eu estou com o José, a Flor tomou meu filho, eu tomei o pai dela.
  • Flor: Verdade.
  • Sofia: Que bom papai.
  • Nando: Gente, que cheiro de fumaça é esse?
  • Sofia: Fica tranquilo, são os quadros de Susana, e esculturas feitas por Celeste, sendo queimadas. Vamos sair daqui.

Eles saem todos felizes…

CENA 11: TEMPOS DEPOIS…

Alice, Flor, e Margarida entram na igreja, e se casam cada uma com seus noivos…

Sofia e Carlos se beijam.

Celeste se vestia de Susana, e “ensinava” as outras do manicômio a como se comportar bem…

CENA 12: GRÉCIA, TARDE, EXT.

Sofia e Carlos tinham acabado de se casar, e estavam de frente a um rio.

  • Carlos: Nunca imaginei que iriamos passar por tudo isso pra ficar juntos.
  • Sofia: Nem eu… Mais vimos que a força de um novo amor pode afastar as sombras e tristesas deixadas por um amor do passado.
  • Carlos: E que viver com um novo amor é melhor que viver admirando as sombras e lembranças de um amor do passado.
  • Sofia: Tenho uma novidade!
  • Carlos: Qual?
  • Sofia: Estou gravida. E se for um menino. O nome dele vai ser…
  • Carlos: Gabriel.
  • Sofia: E se for uma menina?

Carlos e Sofia riem…

E se beijam.

Apos isso eles olham para a paisagem que estavam a sua frente…

557896_112315098914915_1490160152_n[4]

Eu Dan, agradeço a todos que acompanharam essa historia de amor e de suspense… E que Deus abençoe a todos.

Nesta Segunda… As 17h30! Marina, a nova web novela das 17h.

Anúncios

Qual foi a cena de “A Sombra de Susana” que mais te emocionou?

image

Na sua opinião, qual foi a cena de “A Sombra de Susana”, que mais te emocionou?

-Alice sofre um acidente, e descobre que vai ficar com o rosto deformado.

-Sofia e Carlos descobrem todas armações de Celeste.

-Celeste se declara para Carlos, e diz querer ser “a nova Susana”.

-Celeste tenta esfaquear Sofia.

-Sofia bate em Celeste.

-Celeste da uma facada em Carlos.

E ai qual você escolhe?

Amanhã as 17h30 – Ultimo Capitulo de “A Sombra de Susana”

image

Amanhã as 17h30, o ultimo capitulo dessa web novela que te mostrou o que um amor do passado faz em uma pessoa, e uma estranha obcessao. Hoje, as 17h30 o ultimo capitulo de “A Sombra de Susana”, não percam!

A Sombra de Susana – Capitulo 24(Penultimo)

image

Cena 1: Hospital, Sala de Espera, Manhã, Int.

Alice dormia na cadeira, e Sofia estava acordada, esperando Victor.

Victor chega.

  • Sofia: Então doutor?
  • Victor: Infelizmente as noticias não são boas!
  • Sofia: Fala doutor, diz logo.
  • Victor: Ele esta entre a vida e a morte.
  • Sofia: Doutor, eu posso ver ele?
  • Victor: Claro. Alice você quer ir depois?
  • Alice: Não. Eu não aguentaria ver ele em um estado assim.

Victor e Sofia vão ao quarto.

Cena 2: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Manhã, Int.

  • Celeste: Ah eu e você Susana vamos conquistar o mundo hahahaha… Hã? haha… Hum… Essa estatua esta feia ai.
  • Sofia tenta empurrar a estatua de Susana, e acaba derrubando e quebrando no meio.
  • Celeste: Aih… Hahahaha Quebrou, Susana… Volta querida. Susanaaaaaaahahaha.

Cena 3: Hospital, Quarto de Carlos, Manhã, Int.

Sofia entra no quarto.

  • Sofia: Carlos meu amor.

Ela vai até Carlos.

  • Carlos: Sofia, se eu morrer… Você nao fique triste, voce nao faça como eu fazia, ficava solitario por Susana.
  • Sofia: Meu amor, você nao vai morrer, nao vai.
  • Victor: Sofia, a gente vai voltar a fazer a cirurgia, com licença.
  • Sofia: Tchau amor.

Sofia sai segurando o choro.

Cena 4: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Manhã, Int.

  • Celeste: E esse quadro, eu Susana nao gosto dele ai, esta horrivel.

Celeste tenta pegar o quadro.

Cena 5: A Tarde Chega…

Cena 6: Hospital, Sala de Espera, Tarde, Int.

A família de Sofia estava com ela.

  • Flor: Tenha calma Sofia, ele vai sair dessa.
  • Alice: Meu pai é forte, ele vai sair dessa.
  • Victor chega.
  • Victor: Infelizmente, o Carlos, o Carlos.
  • Victor nao resiste e chora.
  • Sofia: (chorando) Fala doutor. Falaaaaa!

A cena se congela…
image

A Sombra de Susana – Capitulo 23(Antepenultimo)

image

Cena 1: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Carlos entra e vê os quadros, e a escultura.

Carlos: Que lugar é esse?

Celeste: O lugar da morte dos três, a começar por você Sofia.

Celeste pega a faca e vai pra cima de Sofia, Carlos entra na frente.

Celeste acerta Carlos, que cai sangrando e desacordado nos braços de Sofia.

Sofia: Sua louca.

Alice: Pai Pai!

Celeste: Eu tenho que fugir e levar as coisas de Susana! Eu tenho.

Sofia e Alice tiram Carlos do escritório, e prendem Celeste lá.

Cena 2: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Ext.

Sofia: Alice, liga para a ambulancia.

Alice vai correndo.

Sofia: Acorda meu amor! Acorda.

Cena 3: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Celeste falava com a estatua de Susana.

Celeste: Ah sim minha querida! Obrigada essa roupa esta linda. A sua tambem… Ah não seja modesta.

Cena 4: Hospital, Sala de Espera, Noite, Int.

Alice e Sofia chegam, e Carlos ja ia para a sala de cirurgias.

Victor: Alice, e Sofia, eu vou fazer o possivel para salvar o Carlos.

Alice: Obrigado Vitor.

Sofia: Salva ele, por favor.

Victor vai para a sala de cirurgias.

Sofia: Alice, ha tempos seu pai queria te revelar uma coisa.

Alice: O que?

Sofia: Que você não pode fazer nenhuma cirurgia para tirar essa cicatriz.

Alice: Eu ja sabia. Mais vê ja esta cicatrizando.

Sofia: Graças a Deus! Agora vamos rezar para o seu pai sair dessa.

Cena 5: Amanhece….

Uma manhã clara, porem um pouco triste.

Cena 6: Casa de Margarida, Cozinha, Manhã, Int.

Margarida chega e ja vê a mesa repleta.

Margarida: Eu sempre fiz o café da manhã… Quem foi que fez…

Flor: Fui eu dona Margarida.

Nando: Esta uma delicia mãe! Melhor que o seu.

Flor e Nando se beijam.

Margarida: Melhor que o meu? NAAAAAÃOOOOOOOOOOOO!

Cena 7: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Manhã, Int.

Celeste esta usando as roupas de Susana.

Celeste: Estou linda com suas roupas não é Susana?… Estou esperando seu marido e sua filha, vamos jantar fora.

Cena 8: Hospital, Sala de Espera, Manhã, Int.

Alice dormia na cadeira, e Sofia estava acordada, esperando Victor.

Victor chega.

Sofia: Então doutor?

Victor: Infelizmente as noticias não são boas!

A cena se congela no rosto de preoculpação de Sofia.

image

A Sombra de Susana – Capitulo 22

image

Cena 1: Mansão de Carlos, Escritório de Celeste, Noite, Int.

Celeste: Eu estou desafiando as forças ocutas, quando falo dessa maldiçao.

Alice: Vamos embora. Ela não fala nada com nada.

Sofia: Não. Espera! Celeste, que maldição?

Celeste: Antes de morrer, Susana me pediu para cuidar dessa mansão que para sempre seria dela, e do homem dela. Eu aceitei, e tento fazer isso a anos.

Sofia: Isso não é uma maldição!

Celeste: Não. Mais, antes de matarem ela, Susana fez um pacto com as forças ocultas, e eu terei que viver aqui para sempre, pois o espirito maligno dela, ainda reside aqui.

Sofia: O que?

Celeste: Isso mesmo. Mais fugam, ou eu matarei voces, os tres, Susana ultimamente esta irada com vocês, principalmente com você Sofia! Que mexe nas coisas dela, principalmente com o homem dela. Eeeessaaaaa caaasa eeeeé deeeela. E ela ainda abita aqui.

Alice: Pare de mentiras Celeste! Voce sempre inventava essas coisas pra me dar medo quando criança.

Celeste: Ta bom. É mentira, mais saiam dessa casa.

Sofia: É a ultima vez que você nos engana! Conte toda a verdade!

Celeste: Mais sabe o que é… Se eu contar a verdade, eu vou ter que mata-los!

Sofia: Sua louca.

Cena 2: Mansão de Carlos, Sala de Estar, Noite, Int.

Carlos fecha uma janela.

Carlos: Sabia que era uma janela.

Ele vai até o quadro.

Carlos: Algum dia eu terei que me livrar de todas suas lembranças Susana. Mesmo por tudo o que você fez no passado por mim.

Cena 3: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Sofia: Conte logo!

Celeste: Eu sempre fui empregada da familia, e sempre tive muita inveja de Susana… Mais um dia essa inveja se transformou em uma… Uma adoração… E sempre tentando conquistar a amizade dela. Até que um dia, eu me deitei com um homem bebado..

Sofia: E que homem era esse?

Celeste: O homem que Susana amava. E eu ela engravidamos do mesmo homem.

Alice: Quem era esse homem?

Celeste: Era o Caaaarlos.

Cena 4: Mansão de Carlos, Corredores de quartos, Noite, Int.

Carlos passa pelo escritorio, e começa a escutar a conversa por trás da porta.

Cena 5: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Alice: Meu pai?

Sofia: Calma Alice, ela tem mais a dizer.

Celeste: Sim. E quando eu tive meu filho… Ele morreu no parto. Susana como uma boa mulher, me ajudou em tudo, principalmente a esconder tudo de Carlos, e de meu pai. E meu pai, se soubesse que eu engravidei. Me mataria.

Alice: E por isso esse fanatismo?

Celeste: E minha paixao. Eu sempre fui apaixonada por Carlos, e sempre tive ódio de você Alice, que é filha de Susana e de Carlos, o homem que eu amo.

Sofia: E por que essa historia de que nos mataria?

Celeste: Por que essa casa, sempre foi apenas um lugar de descanço para Susana, depois de sua morte, um lugar de idolatração. E é só, eu, Carlos e a memória de Susana.

Cena 6: Mansão de Carlos, Corredor de quartos, Noite, Int.

Carlos: Celeste?! Gravida de mim. Mais meu Deus, eu estava bebado. Tudo isso aconteceu por minha culpa.

Carlos entra no escritório.

Cena 7: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Carlos entra e vê os quadros, e a escultura.

Carlos: Que lugar é esse?

Celeste: O lugar da morte dos três, a começar por você Sofia.

Celeste pega a faca e vai pra cima de Sofia, Carlos entra na frente.

A cena se congela…

image

A Sombra de Susana – Capitulo 21(Reta Final)

image

Cena 1: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Sofia: Impressionante.

Alice: É um tipo de tinta que brilha no escuro. Celeste é louca mesmo.

A porta se abre.

É Celeste com uma faca na mão.

Celeste: Estão falando de mim?

Sofia: Você esta louca Celeste!

Celeste: Louca? Nunca estive mais normal.

Sofia: Você nunca esteve mais louca! Solta essa faca.

Alice: Solta essa faca, Celeste.

Celeste: Quem vai morrer primeiro?… Uni-duni-te…

Sofia pega uma tesoura, e se aproxima do quadro de Susana.

Sofia: Se você tentar qualquer coisa… Eu destruo esse quadro.

Celeste: Fica longe dela.

Cena 2: Mansão de Carlos, Sala de Estar, Noite, Int.

Carlos falava com o quadro de Susana, que estava cheio de velas.

Carlos: Susana, eu tomei uma decisao, eu vou deixar essa mansão com a Celeste, e vou viajar com minha mulher e minha filha.

As velas se apagam.

Carlos: Nossa, não deu nenhum vento, e as velas se apagaram.

Cena 3: Mansão de Carlos, Escritório de Susana, Noite, Int.

Celeste: Não façam nada aqui. Eu conto todos os segredos que habitam essa casa.

Sofia: Começe!

Celeste: Essa casa tem uma maldição!

Sofia: Maldição?

Cena 4: Casa de Margarida, Quarto de Nando, Noite, Int.

Nando e Flor conversavam.

Flor: Sabe meu amor, eu espero que sua mãe se acostume comigo.

Nando: Ela vai se acostumar, você vai ver.

Flor: Espero!

Flor beija Nando.

Cena 5: Casa de Margarida, Sala, Noite, Ext.

Margarida vinha do quarto dela, ela tinha parado e escutado por trás da porta do quarto de Nando.

Margarida: Eu vou ter que se acostumar com ela… Vai ser facil. A gente se acostuma com tudo o que não presta mesmo.

Cena 6: Mansão de Carlos, Sala de Estar, Noite, Int.

Carlos: Susana, eu só queria te esquecer… eu amo Sofia. E você é uma pedra no caminho. Ja esta feito, eu vou morar longe dessa mansão, eu Sofia, e Alice.

Cena 7: Mansão de Carlos, Escritório de Celeste, Noite, Int.

Celeste: Eu estou desafiando as forças ocutas, quando falo dessa maldiçao.

Alice: Vamos embora. Ela não fala nada com nada.

Sofia: Não. Espera! Celeste, que maldição?

Celeste: Antes de morrer, Susana me pediu para cuidar dessa mansão que para sempre seria dela, e do homem dela. Eu aceitei, e tento fazer isso a anos.

Sofia: Isso não é uma maldição!

Celeste: Não. Mais, antes de matarem ela, Susana fez um pacto com as forças ocultas, e eu terei que viver aqui para sempre, pois o espirito maligno dela, ainda reside aqui.

Sofia: O que?

Celeste: Isso mesmo. Mais fugam, ou eu matarei voces, os tres, Susana ultimamente esta irada com vocês, principalmente com você Sofia! Que mexe nas coisas dela, principalmente com o homem dela. Eeeessaaaaa caaasa eeeeé deeeela. E ela ainda abita aqui.

A cena se congela no rosto de medo e de curiosidade de Alice e Sofia.

image