#Império: Entre a vida e a morte, Cora tem noite de amor com José Alfredo

Cora - Rede Globo

Central – O autor de Império, Aguinaldo Silva, prometeu que Cora (Marjorie Estiano) não morreria sem sua noite de amor com José Alfredo (Alexandre Nero). E vai cumprir. Baleada no lugar do comendador durante o desfile da escola de samba União de Santa Teresa, ela ficará entre a vida e a morte. Quando seu quadro se agravar, o homem de preto surgirá na enfermaria do hospital e fará a vilã gemer de prazer. Essa é a cena que encerra o último capítulo entregue à produção da novela das nove, que irá ao ar no dia 21 de fevereiro.

Apesar de deixar no ar se é realidade ou sonho, o roteiro tem pistas que indicam que a tia de Cristina (Leandra Leal) vai morrer, e José Alfredo, em gratidão, resolverá ser um princípe com ela. Ao tentar proteger o comendador, Cora será baleada por Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) durante o desfile de Carnaval, cena que será exibida na noite do dia 18.

“Ele a beija com paixão, ela corresponde, ele tira a roupa de hospital dela, Cora em prantos”, escreveu o novelista, orientando os atores. “Eu não mereço isso, Zé, eu não mereço”, dirá ela. “Não fala, esquece o que aconteceu antes, pensa só nesse momento, fica comigo, se entrega”, pedirá José Alfredo.

Os dois se abraçam. “E vivem ali, na luz transfigurada daquela enfermaria de hospital, a mais linda cena de amor que seja possível… E, enquanto eles se amam loucamente, Cora chega ao auge, em meio aos gritos dela e aos sussurros dele”, escreveu Aguinaldo Silva.

Para o público ficar em dúvida se é um sonho, como já foi mostrado na novela, o público verá um médico conversando com Cristina e Elivaldo (Rafael Losso) dizendo que o estado de Cora se complicou para um derrame pleural grave. Enquanto o médico explica o que está sendo feito, o som dele é cortado para um trilha sonora triste e o foco será nos olhos cheios de lágrimas dos sobrinhos da malvada.

O comendador, por sua vez, vai se despedir misterioso de Maria Isis (Marina Ruy Barbosa). “Tenho que resolver um assunto urgente. Eu vou, mas volto, viu? Sempre”, dirá ele.

Confira como vai ser a cena da noite de amor de Cora:

Cora: “Você veio me ver!”

José Alfredo: “Ficou surpresa?”

Cora: “Eu queria muito, mas não esperava! Você me odeia, e eu te dei todas as razões pra isso, te fiz tanto mal…”

José Alfredo: “Mas salvou minha vida.”

Ele desliga os aparelhos nos quais Cora está ligada enquanto eles falam, indica o roteiro.

Cora: “Foi por egoísmo, Zé! Eu te salvei porque não queria que você se fosse sem antes…”

José Alfredo: “Saciar o teu desejo?”

Cora: “Foi para isso que vivi! Para me entregar a você, para ser sua… Sonhei todas as noites da minha vida que você chegava, assim mesmo, no escuro e aí deitava do meu lado, me tomava nos seus braços…”

José Alfredo desabotoa a camisa e vai tirando a roupa.

José Alfredo: “Deitar do seu lado, lhe tomar nos meus braços, tirar sua virgindade que você guardou para mim com tanto zelo… Pois chegou a hora, Cora dos Anjos, a mulher que sonhou com este momento a vida inteira! Seu sonho vai se realizar agora.”

Cora: “Jura, Zé?”

O comendador deita ao lado dela.

José Alfredo: “Eu vim aqui para isso.”

Cora: “Eu não mereço isso, Zé, eu não mereço!”

José Alfredo: “Não fala, esquece o que aconteceu antes, pensa só nesse momento, fica comigo, se entrega… Vem comigo, Cora, juntos… Agora!

Cora solta um grito de “prazer supremo”, e o capítulo termina.

 

Anúncios

Marcado:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s